re.verb

cultura, crítica e tudo o mais

Confete e serpentina

em março 5, 2011

 

Dizem que brasileiro adora carnaval. De fato, poucas manifestações populares causam tanto furor, mas como este blog tenta fugir do senso comum, nada mais justo do que homenagear aqueles que não estão nem aí para o fuzuê e o ziriguidum.

Assim, como as playlists reverbianas estão virando tradição, segue aqui uma lista para aqueles que estão afim de curtir o carnaval, sacudir o esqueleto, sem necessariamente cair no samba.

Tudo Azul, Cajamanga – “Tudo azul, todo mundo nu, no Brasil, sol de norte a sul”. Quer mais espírito carnaval que isso?

De Esquina, Cássia Eller e Xis – O Acústico MTV Cássia Eller é um dos meus álbuns favoritos de todos os tempos. Esta música me causa arrepios toda vez que ouço; e a vontade de batucar ao som desses dois será eterna “tudo prossegue normal, até onde eu sei, enquanto isso é a melhor cerveja que vem; leva essa, traz mais uma, põe na conta, to sem dinheiro, ta valendo, eu to à pampa”.

Esnoba, Moinho – saca o Pierrot apaixonado que se ferra? Pois é: “só porque tenho por ela um apreço imenso, ela me esnoba, me esnoba, me esnoba…”

Lista de Casamento, Móveis Coloniais de Acaju – Carnaval não é todo mundo misturado, cada um vestido de uma coisa? Pois bem, o Móveis faz uma bela mistureba semântica e sonora nesta música. “Quem diria o amor sobrou, mas o aspirador faltou na lista…”

Só sei dançar com você, Tulipa Ruiz– não sabe sambar? Talvez o que precise é de um par para te conduzir: “você me chamou pra dançar aquele dia, mas eu nunca sei rodar (…) mesmo sem jeito eu fui topando essa parada, e no final achei tranqüilo: só sei dançar com você, isso é o que um amor faz”

Meu Esquema, Mundo Livre SA – Carnaval para você é beijar da boca? Esta música aqui é a cantada infalível: “ela é meu concerto de rock and roll, minha torcida gritando gol, minha Ipanema”.

“Vem me Dar”, Do Amor – a música de cima não adiantou? Bora apelar: “aaah vem me dar, antes que eu me esqueça, por favor…. aaaah vem me dar, antes que eu esqueça do amor”.

A Maldição do Samba, Marcelo D2 – uma pequena concessão ao samba (ainda que misturado ao hip hop) – só pra não falarem que sou blasé… “quer dançar, quer dançar, então prepara, a maldição bateu, sambou, nunca mais para”.

Minha Galera, Manu Chao – até a quarta-feira de cinzas, todas as preocupações ficam de lado… “oh minha maloca, minha larica, minha cachaça, minha cadela…”

Todo Carnaval Tem seu Fim, Los Hermanos – para terminar, um lembrete de que o ano começa agora – mas que em 2012 tem mais. “Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu brincar com o meu nariz”.

 

bom carnaval !!!

 

Anúncios

Uma resposta para “Confete e serpentina

  1. Vivi disse:

    Posso dar pitaco?

    Lembro aqui de Antropofagia – Cérebro Eletrônico

    “Meu livro mais vendido foi tu
    Minha música mais tocada foi você
    Meu filme mais falado foi nosso amor
    Regado a confete e serpentina
    Em plena quarta-feira de cinzas
    Transformado em palavras,
    imagens e sons (e amor)”

    pura delicadeza, o que muitas vezes faz falta no carnaval!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: