re.verb

cultura, crítica e tudo o mais

Antes que eu me atrase…mais

em maio 18, 2011

Andava reluzente por aí… culpa de uns 5 meninos que estavam povoando minha agenda de shows. Depois de assistir, via internet, aos dois ensaios abertos do 5 a seco, eu fui ao show do Sesc Vila Mariana, programei a virada do interior e tinha reservas para a gravação do DVD no Auditório do Ibirapuera.

Acordei atrasada no último domingo, e perdi o show de São João da Boa Vista

O boleto pra pagar os ingressos do Auditório do Ibirapuera chegou atrasado em minhas mãos

Então, antes que eu me atrase mais ainda, falo do show da última quinta-feira.

Em tese, o repertório não era quase nada diferente daquele show que já foi narrado com maestria pela Flora nesse re.verb.  Em tese, porque os novos arranjos fizeram mais gostosa a brincadeira de encontrar nossas canções preferidas entre as cordas, percussões e, olha só, até escaleta entrou na dança!  Dança que faziam os instrumentos entre aquelas dez mãos que nunca nos desapontam quando começam a tocar. Um é ótimo, dois são melhores (como Pedro Altério e Tó Brandileone em Pra você dar o nome), três emocionam (como Tó, Vinícius Calderoni e Leo Bianchini em Mesmo quando a boca cala)… mas os cinco juntos são imbatíveis.

O público acompanha as 5 vozes, com as letras na ponta da língua até as músicas que sequer foram registradas em CD (erro a ser corrigido no primeiro final de semana de junho). Como fã, acho normal. Vemos repetidas vezes os vídeos desses moços em ação, não apenas pelas inspiradíssimas letras ou afinadas melodias, mas pelo deleite da música se fazendo por quem sabe e por quem ama. Fica claro na expressão compenetrada de Vinícius Calderoni, nas caretas de Tó Brandileone, no sorriso largo e fácil de Pedro Viáfora, na emoção do olhar de Pedro Altério e no esforço do grande Leo Bianchini em se fazer caber no cavaquinho… a busca pelo melhor som, por aquela virada nova, a ideia que deu certo. A “boy band involuntária” parece ser unida por uma coisa maior que a amizade, a simpatia, a sincronia. Uma coisa que só pode chamar… música. E é por isso que não cansa, por isso enche os olhos e ouvidos, por isso a gente não cansa de falar neles. E por isso tentarei vê-los novamente na sexta (com Lenine), no sábado (com Maria Gadú e Chico César) e/ou no domingo (com Dani Black de volta ao bando).

E por último, mas não menos importante, é por isso que eu já fiz minha contribuição aqui e meu CD e DVD estão garantidos assim que saírem do forno, espero eu, sem atraso!!

Anúncios

2 respostas para “Antes que eu me atrase…mais

  1. Flora disse:

    Texto lindo! Arrasou!

  2. […] essas e outras razões, ouvir 5 a Seco (finalmente em CD, ao vivo, no Auditório do Ibirapuera) não apenas é um alívio, como uma esperança. Garotos de vinte e poucos anos, em plena era […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: